quarta-feira, 8 de abril de 2009

Onírico

quarta-feira, 8 de abril de 2009


Hoje tenho a honra de trazer-lhes, mais uma vez, um texto de autoria alheia. A honra, mesclada a uma espécie de tristeza, deve-se ao fato de que este texto foi inspirado por um amor não correspondido, o que é uma lástima. Caso você não saiba, em pleno século XXI há ainda histórias de amores impossibilitados por barreiras intransponíveis. Bom, ao meu ver a vida envereda-se por uma grande injustiça quando permite que coisas do tipo aconteçam. Deveriam ocorrer apenas encontros... Mas, enquanto isso não acontece, a gente escreve poesia... Um beijo.






Onírico



De autoria de uma pessoa muito querida...



Ela estava lá

Toda,

A pele e seu cheiro (cítrico)

O corpo ainda exalava

O orgasmo

Os fios castanhos

Sobre a poesia do rosto

Dormia,

Meu corpo

Ainda tinha

As impressões

Do dela

Boca e língua

Salivavam

O desejo marcado

Dos

Beijos

A temperatura

Pele transpirada

Não era suor

Comum

Era característico

Daquela

Pele desejada



1 comentários:

Sine Cera

quisera eu expressar tamanhas ideias e informações em tão poucos versos. parabéns. aproveitei a foto em um poema meu também.

Postar um comentário

Olá! Vai comentar esta minha postagem? É muito simples, bastando seguir os seguintes passos:

i) escreva a mensagem;
ii) escolha o perfil com o qual deseja postar o comentário. Por exemplo: você pode escolher

a) “Conta do Google” caso utilize o Gmail. Nesse caso será solicitada sua ID e senha;
b) “WordPress” caso tenha conta no WordPress;
c) “Nome/URL”, sendo-lhe solicitado o seu nome e endereço do seu site/blog;
d) “Anônimo”;

iii) em seguida é só clicar em “Postar comentário” e pronto!

Obrigado pela visita.
Forte abraço.

Alex

 
(Marm)anjo caído... ◄Design by Pocket, BlogBulk Blogger Templates ► Distribuído por Templates